BEM VINDOS!!!

PARA DAS ORDENS À NATUREZA É PRECISO SABER OBEDECER-LHE.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Praias de Santa Catarina - Testando o Motorhome

No mês de Maio fizemos alguns passeios pelas praias de Santa Catarina, para testar nosso Motorhome.
Balneário Camboriú, uma das praias mais badaladas do sul, conhecida por seus aranha céus, seus moradores na maioria aposentados e com grande poder financeiro.

Como já fomos várias vezes pra lá, então fomos passear sem muito compromisso, tomamos banhos na praia e fizemos algumas trilhas.



Governador Celso Ramos, passamos pelo centro que é pequeno e logo seguimos para as praias de Ganchos de Fora e Canto dos Ganchos, lá tem o famoso Resort Ponta dos Ganchos, visitamos também a produção de ostras e mariscos. Depois fomos na praia de Palmas, um lugar muito bonito e organizado com diversas construções novas na maioria condomínios fechados, ela ganhou o certificado pela Gestão Ambiental, gostamos da praia é bem bonita, organizada e tem  um sistema de iluminação que da segurança para passear a noite, notamos que a maioria das residencias estavam desocupadas, é pelo fato dos proprietários utilizarem apenas na temporada e durante o resto do ano ficam fechadas, depois seguimos para a Armação da Piedade, segundo consta na época foi a segunda maior do sul para extração de óleo de baleia, lá tem um condomínio no morro que é só para "Marajás", inclusive conhecemos a casa que era do Guga, é fechado exclusivo para os moradores, mas como toda praia e pública pudemos entrar para conhecer e tomar banho.







Faz tempo que queríamos conhecer a praia de Guarda do Embaú, que é uma vila localizada na cidade de Palhoça, é a primeira reserva mundial de Surf no Brasil, é um local muito procurado pelos surfistas, tem um morro com uma trilha que chega na pedra do Urubu com um belo visual, para chegar na prainha tem que fazer uma pequena e fácil trilha, e para chegar na praia dos surfistas tem que pegar um barquinho de pescadores (R$ 8,00 para ida e volta) para atravessar o rio Madre que se encontra com o mar, tem diversos Morros e trilhas para fazer bons passeios alternativos e a +-3km tem a praia da Pinheira muito grande com água limpa e sem ondas, é um local com mais estrutura.
Tem um pequeno centro com pouquíssimos restaurantes e alguns bares com musica a noite, não tem caixa eletrônico, na nossa opinião é um local para jovens, tem poucas ruas e são estreitas portanto não pode estacionas, mas algumas casas tem estacionamentos para o dia todo na faixa de R$ 10,00, nenhum deles queriam deixar-nos passar a noite, eles alegaram que o pessoal faz muito bagunça como com bebidas e som alto, ainda bem que encontramos um senhora muita simpática e alugou seu estacionamento.


Prainha



Trilhas 



Praia da Pinheira




Rio Madre


Chegamos em Imbituba, é uma cidade pequena com boa estrutura, inclusive tem um Porto, mas estava muito frio, então resolvemos seguir até Barra de Ibiraquera, que pertence ao município de Imbituba, a praia é considerada uma das melhores prais do país para prática de Windsurf e Kitesurf por causa dos ventos fortes, tem a lagoa com o mesmo nome que é famosa pela pesca do camarão rosa. Este local faz parte de Área de Preservação Ambiental da baleia franca, é um local muito procurado para quem quer avista-las. Como a lagoa estava muito cheia ficamos sabendo pelos moradores que a Prefeitura iria abrir o canal no outro dia às 05 da manhã, então acordamos cedo para registrar, pois isso só acontece de tempos em tempos, eles abrem um canal pequeno com a máquina e depois de algumas horas já está como se fosse um rio de correnteza muito forte.







Este passeio foi muito bom com o motorhome, pois tivemos muito mais autonomia para fazermos nossas refeições e passarmos as noites em qualquer lugar, aprovado.


domingo, 23 de junho de 2019

Motorhome

Nosso motorhome numa van, está quase 100% pronto, nós que estamos montando, vejam os vídeos e as fotos.























sábado, 5 de maio de 2018

Salto Yucumã - Derrubadas - RS

Neste feriado de 01/05 resolvemos retornar na cidade de Derrubadas para ver o Salto Yucumã, pois na primeira vez o rio Uruguai estava cheio e não foi possível ver, ele é considerado o maior salto longitudinal do mundo com 1800m de extensão, fica no rio Uruguai na divisa do Brasil com a Argentina.
Saímos na sexta-feira para ganharmos tempo, passamos a noite num posto de combustível 24horas, e bem cedo continuamos nossa viagem rumo a cidade de Derrubadas RS, como sempre, focamos o ponto principal dos nossos passeios e depois vamos retornando conhecendo outros lugares.
Chegamos e fomos logo procurar um local para nos instalarmos, encontramos o Camping Parque das Fontes, pagamos a diária de  R$15,00 por pessoa, com uma ótima infraestrutura.
Saímos cedo para o Parque Estadual do Turvo onde fica o Salto Yucumã, pagamos o ingresso de R$ 16,50 por pessoa, da portaria até o estacionamento são 15km de estrada não pavimentada, lá tem apenas um local para estacionar o carro e banheiros, pegamos uma trilha de apenas 10 minutos e já estávamos no rio Uruguai, onde avistamos o maravilhoso Salto Yucumã, vale a pena conhecer, além que é lindo e por se tratar do maior do mundo, ficamos várias horas admirando e fotografando sua beleza, depois retornamos no estacionamento e fizemos nosso almoço e logo retornamos para o camping.







                                                                          Camping
















                                                                       Salto Yucumã

Pensamos em passar mais uma noite no camping, mas resolvemos partir para chegar aos outros lugares de interesse que tínhamos pesquisado, chegamos em Frederico Westphalen escolhemos um posto de combustível para fazermos nosso QG, como estava cedo ainda para dormirmos, descemos até o centro da cidade, onde encontramos alguns bons gaúchos tomando chimarrão na calçada, batemos com papo e soubemos que tinha uma feira que acontece a cada dois anos, e neste dia tinha um show da dupla sertaneja Maiara e Maraisa, é claro que não perdemos a oportunidade, mas pegamos informações que tinha muito movimento de carros, então descemos a pé +-6km, como ficamos cansados durante o show pegamos carona com um caminhoneiro rsrs, que nos deixou no posto, a feira estava lotada, pois a cidade tem aproximadamente 30mil habitantes, mas na região tem muitas cidade pequenas que parecia que estavam todos na feira. Curtimos muito, na feira tinha de tudo, artesanatos, produtor, maquinas agrícolas, vinhos e muito mais, fora o show que foi lindo, tudo de graça.

                                                                         Feira

No outro dia saímos rumo a cidade de Ametista do Sul que fica 26km dali, 20 de asfalto e 06 de terra, no caminho quase voltamos, porque pensamos que não teria muito o que ver por lá e a estrada estava ruim. Chegando lá fomos logo na Igreja, ela é toda decorada com pedras preciosas, muito bonita, nesta cidade tem mais de 140 minas em atividade de extração de pedra ametista, escolhemos uma para conhecer, pudemos entrar e acompanhar o trabalho dos garimpeiros, inclusive até uma explosão o barulho e enorme. Junto com esta mina tem um Hotel e um Restaurante, o Restaurante é subterrâneo sendo o único no mundo neste gênero. Pegamos informações de que não seria preciso retornar pela mesma estrada, poderíamos continuar até Chapecó que seria toda de asfalto.











                                                                  Ametista do Sul

No caminho paramos em outro ponto turístico da região, fica na cidade de Vargeão, onde tem uma torre que é um mirante para avistar a cratera formada por um meteóro, isso a milhões de anos, pagamos R$ 3,00 para subir, a torre tem 30m de altura, porém ficamos decepcionados não tem nada pra ver.



                                                                          Vargeão

Seguimos em frente até nossa casa.


Ficamos felizes por ter estas oportunidades de conhecer lugares novos e diferentes.